.
.
.
.
.
.
.
.
.
.

.
.
.
.
.

.
.
.
.
.
.
.
.
.




"E se encherão os teus celeiros abundantemente,
E transbordarão de vinho os teus lagares" Pv: 3-10.





All Rights Reserved 2010 Copyright © Rose Sousa

sexta-feira, 4 de novembro de 2016

Eu tenho uma revelação a fazer: “Talvez você nunca tenha amado”


E se eu disser que a maioria das pessoas sofrem por amor simplesmente porque não ama.
Há uma grande e fundamental diferença entre o amor e o apego e creio que no mundo ainda sejam raras as pessoas que são realmente capazes de amar.
Acima, a monja Jetsunma Tenzin Palmo* fala um pouco sobre o assunto que, em suas palavras, deixam o obvio tão claro e simples de entender.
Ouçam com o coração e reflitam se o que, até hoje vocês chamaram de amor, realmente correspondia a esse sentimento.
Jetsunma Tenzin Palmo nasceu na Inglaterra e foi para a Índia com 20 anos, virou aluna de Khamtrul Rinpoche, viveu 12 anos em retiro numa caverna no Himalaia, tornou-se a segunda mulher ocidental ordenada no budismo tibetano (escola Drukpa Kagyu) e fundou um monastério de monjas, onde é a responsável hoje em dia, além de oferecer palestras e retiros pelo mundo todo. Com uma linguagem simples e um foco na vida cotidiana, sem discursos eruditos, ela é uma grande professora, recomendada por Sua Santidade o Dalai Lama e Alan Wallace.



Fonte: https://osegredo.com.br/2014/11/eu-tenho-uma-revelacao-fazer-talvez-voce-nunca-tenha-amado/#.WBcUE30-sJQ.google_plusone_share

3 comentários:

  1. Excelente! Mucha Verdad aqui. Gracias!

    ResponderExcluir
  2. eu pergunto pro moço: oo seu moço, do disco voador, me leve com você, pra onde você for... nesse verso de Raul me encontro, às vezes, quando quero sair daqui, ver tudo do alto, ver um painel de botões que fazem tudo, até ir pra Pasárgada

    ResponderExcluir
  3. Obrigado pelo vídeo! E se quiser pode ver os meus...
    Cumprimentos meus!

    ResponderExcluir

Peço desculpa aos queridos amigos seguidores por não poder responder os comentários devido a correria do dia a dia, mas deixo explícito desde já o meu carinho por todos que visitam e comentam minhas postagens. Mas, na medida do possível sempre retribuo todas as visitas, pois adoro desbravar novos caminhos, ampliar meus conhecimentos e interagir com vocês, essas pessoas magníficas que vem depositar aqui, nesse cantinho meu, seu carinho e atenção. Como diz Mário Vargas Llosa, “ Um público comprometido com a leitura é crítico, rebelde, inquieto, pouco manipulável e não crê em lemas que alguns fazem passar por idéias. Desde já deixo um beijo de luz e paz a todos vocês meus amigos! Gracias s2