.
.
.
.
.
.
.
.
.
.

.
.
.
.
.

.
.
.
.
.
.
.
.
.




"E se encherão os teus celeiros abundantemente,
E transbordarão de vinho os teus lagares" Pv: 3-10.





All Rights Reserved 2010 Copyright © Rose Sousa

segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

Os Viajantes e o Urso


Um dia dois viajantes dera de cara com um urso. O primeiro se salvou escalando uma árvore, mas o outro, sabendo que não ia conseguir vencer sozinho o urso, se jogou no chão e fingui-se de morto. O urso se aproximou dele e começou a cheirar sua orelha, mas convencido de que estava morto, foi embora. O amigo começou a descer da árvore e perguntou:
_ O que o urso estava cochichando em seu ouvido?
_ Ora, ele só me disse para pensar duas vezes antes de sair por aí viajando com gente que abandona os amigos na hora do perigo.

Moral da história:
A desgraça põe à prova a sinceridade e a amizade.


ESOPO

2 comentários:

  1. Que grande verdade!
    De facto os amigos são os que ficam quando precisamos.
    Bela fábula.

    ResponderExcluir

Peço desculpa aos queridos amigos seguidores por não poder responder os comentários devido a correria do dia a dia, mas deixo explícito desde já o meu carinho por todos que visitam e comentam minhas postagens. Mas, na medida do possível sempre retribuo todas as visitas, pois adoro desbravar novos caminhos, ampliar meus conhecimentos e interagir com vocês, essas pessoas magníficas que vem depositar aqui, nesse cantinho meu, seu carinho e atenção. Como diz Mário Vargas Llosa, “ Um público comprometido com a leitura é crítico, rebelde, inquieto, pouco manipulável e não crê em lemas que alguns fazem passar por idéias. Desde já deixo um beijo de luz e paz a todos vocês meus amigos! Gracias s2