.
.
.
.
.
.
.
.
.
.

.
.
.
.
.

.
.
.
.
.
.
.
.
.




"E se encherão os teus celeiros abundantemente,
E transbordarão de vinho os teus lagares" Pv: 3-10.





All Rights Reserved 2010 Copyright © Rose Sousa

sexta-feira, 25 de abril de 2014

Vamos aprender?

Deus costuma usar a solidão
Para nos ensinar sobre a convivência.
Às vezes, usa a raiva para que possamos
Compreender o infinito valor da paz.
Outras vezes usa o tédio, quando quer
nos mostrar a importância da aventura e do abandono.
Deus costuma usar o silêncio para nos ensinar
sobre a responsabilidade do que dizemos.
Às vezes usa o cansaço, para que possamos
Compreender o valor do despertar.
Outras vezes usa a doença, quando quer
Nos mostrar a importância da saúde.
Deus costuma usar o fogo,
para nos ensinar a andar sobre a água.
Às vezes, usa a terra, para que possamos
Compreender o valor do ar.
Outras vezes usa a morte, quando quer
Nos mostrar a importância da vida.


Paulo Coelho

sexta-feira, 18 de abril de 2014

POR FAVOR, ME TOQUE!


Do coração vem o amor e do amor vem o contato.

Quando alguém está sentindo dor, tanto física quanto emocional, qual a nossa reação? É instintivo o gesto de abraçar, acariciar ou tocar a outra pessoa. No toque, levamos a mensagem de proteção, de conforto, de solidariedade e até do alívio da dor. As famílias japonesas têm o hábito de toques, seguindo certos padrões: os avós massageiam os netos, que massageiam os pais e estes massageiam os avós. Tal costume além de aproximar as gerações, torna fácil o entendimento entre as pessoas.
Mas, o toque e a massagem no oriente sempre foram mais que medicina preventiva, caracterizando-se como poderosíssimo meio de comunicação interpessoal. Vamos tomar como exemplo os casais de namorados: eles estão sempre se tocando, se beijando e trocando carícias. Alguns podem passar a vida inteira nesse "aconchego", outros fazem com que o "distanciamento" intensifique a ausência de toque.

Silvana Giudice.
Terapeuta holística.